El final de “Jane The Virgin”

El Final De “Jane The Virgin”
[tempo de leitura: 4 minutos]

“Jane The Virgin” chega ao seu fim depois de cinco temporadas repletas de clichês, surpresas, reviravoltas e situações inusitadas.


Nota da Colab: o texto contém spoilers.

 

EEm julho deste ano chegou ao fim a série de televisão norte-americana Jane The Virgin, exibida pela The CW e baseada na famosa telenovela venezuelana Juana la Virgen (2002), de Perla Farías.

A premissa gira em torno de Jane Villanueva (Gina Rodriguez), uma jovem latina bastante religiosa e que vive junto de sua mãe, Xiomara (Andrea Navedo), e de sua avó, Alba (Ivonne Coll). Jane trabalha no hotel Marbella e tem um relacionamento estável com Michael (Brett Dier). De certa forma, a jovem mulher tem toda sua vida planejada nos mínimos detalhes: ela pretende se formar e então casar-se com Michael, o grande amor de sua vida.

Porém, as coisas acabam saindo de seu controle quando ela descobre que foi engravidada acidentalmente, uma vez que sua ginecologista a inseminou por engano. A partir daí, começa uma grande confusão envolvendo Rafael Solano (Justin Baldoni), pai biológico do bebê de Jane e dono do Marbella, Petra Solano (Yael Grobglas), a esposa de Rafael, e Michael e o restante da família Villanueva — que, mais tarde, se tornaram uma grande e unida família.

A primeira temporada tem como foco a gravidez da protagonista e nas consequências que vieram a partir dela. Como era de se esperar, Jane acaba se aproximando mais de Rafael, o que gera certa tensão em seu relacionamento com Michael. Além disso, ainda durante a primeira temporada da série, Jane tem a oportunidade de conhecer e passar a conviver com seu pai biológico Rogelio De La Vega (Jaime Camil), um famoso ator latino conhecido por participar da novela The Passions of Santos.

  • Save

Por Jane The Virgin ser inspirada em uma telenovela venezuelana, a série acaba utilizando alguns recursos desse gênero televisivo  – assim, o que não falta na série são diversos plot twits e muito drama. Ao longo das cinco temporadas, muitas coisas acontecem, como quando Mateo (Elias Janssen), o filho de Jane, é sequestrado pela vilã Sin Rosto (Bridget Regan), ou o fato de Petra ter uma irmã gêmea, Aneska (Yael Grobglas), além do câncer de Xiomara, a morte de Michael e o retorno dele no final da quarta temporada. Um verdadeiro novelão latino.

 

O Último Capítulo

  • Save

Pôster da temporada final

A quinta temporada se passa após os últimos acontecimentos bombásticos da quarta temporada: a volta de Michael, ex-marido de Jane, que todos acreditavam estar morto.

Mesmo estando bastante diferente, a volta dele acaba afetando a maioria dos familiares. Xiomara e Alba ficam incrédulas diante da revelação, a mãe de Michael se sente esperançosa e feliz por ter o filho de volta, e, para Jane e Rafael, isso pode significar o fim da relação que eles demoraram tanto para construir. A única pessoa que não liga muito para a notícia, inicialmente, é Petra.

Como era de se esperar, a volta de Michael causa tensão entre Jane e Rafael. Depois de tantas idas e vindas, alegrias e decepções, o casal finalmente consegue ficar junto em meados da quarta temporada, discutindo a possibilidade de morarem juntos e começarem uma vida em família ao lado de Mateo, o filho deles. Porém, com a volta do ex-marido, o grande amor de Jane no passado, o público volta a ter a impressão de que um novo triângulo amoroso está prestes a acontecer.

  • Save

Entre os vários acontecimentos que marcaram a quinta temporada de Jane The Virgin, certamente o último episódio, Chapter One Hundred (S05E19), é o mais recheado de emoções. Neste episódio, é revelado o destino das mulheres da família Villanueva, Jane e Rafael finalmente conseguem ter o seu final feliz, e ainda é revelado a identidade do narrador da história. Do início até o fim, o último episódio de Jane The Virgin foi marcado por um tom nostálgico de despedida dos personagens, começando quando Xo e Rogelio revelando que vão se mudar para Nova York, até o diálogo final entre Jane e Rafael a respeito de seu novo livro.

Por mais que alguns pontos não tenham sido muito bem explorados ao longo da série, como foi o caso da amnésia de Michael (um clichê presente em algumas telenovelas latinas), a quinta temporada serviu para finalizar o desenvolvimento que os personagens receberam ao longo desses últimos cinco anos. É emocionante ver como eles amadureceram ao longo das cinco temporadas e, em especial, Petra. Se ao longo das primeiras temporadas a personagem podia ser considerada como uma inimiga de Jane, fazendo de tudo para atrapalhar a relação dela com Rafael, elas terminaram a série com uma relação bastante amigável. Inclusive, é interessante observar a personagem demonstrando os seus sentimentos e inseguranças em relação a JR (Rosario Dawson), fazendo com que o público pudesse conhecer um lado mais vulnerável da personagem.

  • Save

Ao final, mesmo que cheia de clichês, além de contar com surpresas e reviravolta, Jane The Virgin conquistou os fãs através de sua narrativa e situações pouco inusitadas. Dessa forma, após cinco temporadas e muitos acontecimentos marcantes, a história de Jane e de sua família não será esquecida tão cedo.

bruna curi

tem 20 anos, é estudante de Jornalismo, mineira, capricorniana e blogueira nas horas vagas. apaixonada por Livros, Filmes e Séries. gosta de escrever, é uma de suas maiores paixões.

Back To Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap