skip to Main Content
Unbreakable Kimmy

Unbreakable Kimmy

Imagine como seria passar 15 anos de sua vida vivendo em um bunker, acreditando que está a salvo do apocalipse e depois descobrir que tudo não passou de uma grande mentira. Essa é a premissa da série Unbreakable Kimmy Schmidt, originalmente gravada pela NBC e que depois adquirida pela Netflix.

O início da série se passa nos dias atuais com Kimmy Schmidt (Ellie Kemper) e outras mulheres sendo libertadas do cativeiro onde viveram por anos, acreditando na mentira contada pelo reverendo Richard Wayne (Jon Hamm), de que um apocalipse iria acontecer em breve e que elas estariam a salvo no bunker. O caso chama atenção da mídia e as mulheres passam a ser convidadas para dar entrevistas, pois todos estão curiosos para saber como era a vida lá no bunker, ou se elas nunca tinham desconfiado de alguma mentira. Todos querem saber um pouco mais sobre as “mulheres toupeiras” (apelido que Kimmy e suas companheiras receberam por parte da mídia).

Após dar uma entrevista para um programa de TV, Kimmy toma a corajosa decisão de não voltar para Cleveland junto com as outras mulheres. Em sua cidade natal a sua história seria conhecida por todos e ela não queria ser reconhecida como uma “vítima”, ela não queria que as pessoas tivessem pena dela, de forma que decide ficar em Nova York para recomeçar sua vida.

A vida na cidade grande pode ser um pouco complicada e desafiadora, ainda mais para uma pessoa tão ingênua quanto Kimmy, mas desistir não é uma opção. Se ela foi forte e passou tantos anos no bunker sem se deixar abater, ela também pode conseguir sobreviver aos perigos de Nova York. O primeiro passo é encontrar um local para morar e é assim que ela conhece Lilian (Carol Kane), uma velha senhora que está disposta a alugar um quarto para ela, e Titus Andromedon (Tituss Burgess), o carismático colega de quarto da Kimmy e que sonha em se tornar um astro da Broadway. Pouco tempo depois, ela consegue arrumar um emprego como babá do filho da ricaça e fútil Jacqueline White (Jane Krakowski).

Da esquerda pra direita, os personagens Titus, Kimmy, Lilian e Jacqueline

A primeira temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt contou com um total de 13 episódios e focou em Kimmy recomeçando a sua vida em Nova York. O público teve a oportunidade de acompanhar a personagem vivendo algumas experiências importantes, como arranjar seu primeiro emprego, se apaixonar e ter sua primeira decepção amorosa. Além disso, vemos a relação complicada entre Kimmy e sua família, o seu bloqueio pra falar sobre o seu passado e o momento em que ela teve de ser forte para enfrentar o reverendo em um tribunal.

 

Quarta Temporada

No dia 30 de maio deste ano a Netflix disponibilizou a primeira parte da quarta temporada da série, que contem um total de seis episódios. Muita coisa mudou na vida de Kimmy desde a primeira temporada: agora ela tem um diploma universitário, trabalha em uma start-up de tecnologia e amadureceu um pouco, mas o seu humor e seu jeitinho típico de ser continuam os mesmos.

Enquanto isso, Titus continua correndo trás de seu sonho para se tornar um astro da Broadway e Jacqueline aproveita a situação para se tornar agente dele, na esperança de que isso lhe traga algum dinheiro. A dinâmica formada pela dupla é ótima, além de gerar inúmeras piadas. Outra personagem que também amadureceu ao longo da temporada foi Lilian, que voltou com os seus discursos sobre as mudanças pela qual sua comunidade passou nos últimos anos.

Mesmo se tratando de uma série de comédia, Unbreakeble Kimmy Schimidt não perde a oportunidade de fazer pontuações importantes e essa temporada apresentou temas polêmicos como o abuso sexual, trabalho escravo e a luta das mulheres por direitos iguais. No primeiro episódio é feito uma crítica a Kevin Spacey e Harvey Weinstein, acusados de assédio sexual. Neste episódio, ao demitir um colega de trabalho Kimmy é acusada de assédio sexual e em um diálogo com Titus ela afirma: “Eu não sou um Weinstein, ou um Spacey, ou o presidente”.

Outra crítica feita pela série foi feita no terceiro episódio, que critica as produções que contam histórias de criminosos, pois dependendo da versão que é contada dá a entender que os suspeitos foram presos injustamente. Feito para aparentar um documentário, o terceiro episódio da quarta temporada retrata a vida do reverendo Richard Wayne: abordando o seu passado, desde a época em que ele trabalhava com DJ, até os dias atuais, em que ele se encontra na prisão.

A série já se encontra em sua reta final e podemos notar um caráter de despedida com a aparição de personagens antigos, como foi o caso da Xanthippe (Dylan Gelula), a ex enteada da Jacqueline e antiga colega de faculdade de Kimmy. A segunda parte da quarta temporada vai ser lançada no dia 25 de janeiro de 2019 e até lá os fãs vão ter tempo para rever as temporadas anteriores e matar a saudade de todos esses personagens tão queridos.


bruna curi

tem 20 anos, é estudante de Jornalismo, mineira, capricorniana e blogueira nas horas vagas. apaixonada por Livros, Filmes e Séries. gosta de escrever, é uma de suas maiores paixões.

Comente com a gente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Back To Top