fbpx
"Minha Mãe É Uma Peça 3" é um recente sucesso do cinema nacional, que alcança esse status como uma comédia para toda a família.

“Minha Mãe É Uma Peça 3” é um recente sucesso do cinema nacional, que alcança esse status como uma comédia para toda a família.


EEm 2006 era lançado Minha Mãe É Uma Peça, um monólogo estrelado por Paulo Gustavo que contava a história da Dona Hermínia, uma dona de casa bastante cômica e desbocada. Mesmo tendo poucos recursos, isso não impediu Minha Mãe É Uma Peça de se tornar um grande fenômeno entre o público. O sucesso do monólogo estrelado por Paulo Gustavo foi tanto que a produção ganhou uma versão para o cinema, lançada em 2013, além de garantir outras continuações com o passar dos anos.

https://www.youtube.com/watch?v=vQs31hCrUU8

E o último capítulo dessa história, Minha Mãe É Uma Peça 3, chegou aos cinemas brasileiros em 26 de dezembro de 2019. A película é dirigida por Susana Garcia e conta com o retorno de Paulo Gustavo, Samantha Schmütz, Herson Capri, Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo protagonizando uma das famílias mais famosas do Brasil contemporâneo.

 

Capítulo Três

Pôster do filme

O enredo de Minha Mãe É Uma Peça 3 gira em torno da Dona Hermínia (Paulo Gustavo), que esta tentando se acostumar com a ausência dos filhos Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo), que não a procuram com tanta frequência após terem saído de casa. Dessa forma, o público tem a oportunidade de conhecer um lado mais vulnerável e carente da protagonista da história.

Contudo, a vida pacata de Dona Hermínia sofre uma reviravolta após ela receber notícias importantes sobre sua família. A primeira delas é que sua filha, Marcelina, está grávida. Em segundo lugar, Juliano vai se casar. E, por último, e nem por isso menos importante, o ex-marido de Dona Hermínia (interpretado por Herson Capri) decide se mudar para o apartamento ao lado do dela.

Dessa forma, o filme retrata os dramas que existem no dia a dia do ambiente familiar. Em diversos momentos, Dona Hermínia entra em embate com Marcelina e Juliano, por não concordar com o estilo de vida deles ou com as decisões que eles tomam. Ao mesmo tempo em que ela quer cuidar e ajudar seus filhos, a personagem de Paulo Gustavo precisa aprender que existe um limite e que ela não pode ultrapassar a autoridade deles.

Rodrigo Pandolfo, Paulo Gustavo e Mariana Xavier

Como ocorreu nos filmes anteriores, Minha Mãe É Uma Peça 3 é uma película que foca nas relações familiares e no amor entre pais e filhos. Em alguns momentos do longa há cenas de flashback que mostram a relação de Dona Hermínia com seus filhos, de como ela está disposta a ajudá-los e apoiá-los no que for preciso – e em como ela é uma peça instrumental na criação de caráter e auto-aceitação deles. Além disso, a película também traz algumas discussões importantes contra a homofobia, e, apesar de não serem muito aprofundada, são mostradas de formas singelas e naturais para o público.

E um dos principais fatores do sucesso de Minha Mãe É Uma Peça 3 é Paulo Gustavo. O ator tem um timing sensacional para fazer piadas (além de um incrível repertório), sendo capaz de arrancar risos do público do início até o final da película. Além de dar muita risada, as pessoas também são capazes de se emocionar em alguns momentos do longa.

 

Sucesso Nacional

É evidente que Minha Mãe É Uma Peça 3 usa dos mesmos recursos utilizados nos filmes anteriores, e isso reflete diretamente no sucesso que o longa está fazendo nos cinemas brasileiros. Com apenas três semanas em cartaz, o filme arrecadou cerca de 110 milhões de reais, superando a bilheteria de Star Wars: A Ascensão Skywalker aqui no Brasil.

Minha Mãe É Uma Peça 3 é um enorme sucesso nacional, sendo capaz de superar seus filmes antecessores. Então, quem está à procura de uma ótima comédia para se divertir, ou um longa para assistir com a família reunida, essa é sua opção.

Compartilhe

Twitter
Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn
Pocket
relacionados

outras matérias da revista

Música
Jader Theophilo

Negra Li, a Rainha de Sabá

Negra Li termina o ano de 2018 com “Raízes”, álbum que marca o retorno da cantora seis anos após o lançamento de seu último álbum. Seis anos após o lançamento do seu último álbum, Negra Li, um dos maiores nomes do rap nacional, retoma e exalta suas origens em seu novo e incrível disco Raízes. O trabalho, produzido por Caio Paiva, Duani, Gustah e Pedro Lotto, traz um passeio coerente entre ritmos que misturam o pop, reggae, R&B e o beat do rap. Além disso, as letras mostram Li extremamente afinada à suas bandeiras e totalmente consciente do lugar que ocupa na

Leia a matéria »
Back To Top